rss btntwitter btnfacebook btn

Formação de Professores e Diversidade Cultural

Almeida, Moreira. A infância da educação: as práticas pedagógicas na alfabetização das crianças indígenas Apinayé

A infância da educação:
As práticas pedagógicas na alfabetização das crianças indígenas Apinayé

Vivenciamos atualmente um período de grandes transformações na esfera das relações humanas quando povos de diferentes nações e culturas se mobilizam na tentativa de absorverem os impactos causados pela globalização, que não obstante ser um fenômeno ligado às atividades econômicas, a estas não se restringe, antes atua em diferentes contextos sociais, encurtando distâncias, rompendo fronteiras, destruindo identidades e provocando aculturação, desencadeando dúvidas e incertezas quanto ao futuro de diferentes povos.

Esse mesmo processo que desconsidera limites espaciais e desencadeia tensão entre os povos e suas culturas, tem o poder de promover uma determinada sociedade a uma categoria superior, elevando-a a supremacia diante das demais, nomeadamente aquelas mais complexas, subjugando populações, interferindo sistematicamente em suas formas de vida, numa ação coordenada, atuando principalmente na cultura local, evidenciando práticas sociais historicamente sustentadas pela intolerância e pelo desagravo de pessoas que não ousam exercer os princípios da alteridade.

Andrade, E. P., Teixeira, R. C. Educação e diversidade cultural: dilemas e perspectivas da formação de professores no contexto da Lei 10.639/03

ANDRADE, Everardo Paiva de, TEIXEIRA, Rosana da Câmara. Educação e diversidade cultural: dilemas e perspectivas da formação de professores no contexto da Lei 10.639/03. Anais X Reunião de Antropologia do Mercosul, Córdoba, Argentina, 10-13 de julho de 2013.

Andrade, E. P.; Teixeira, R. C.; Magalhães, D. H. Do ponto que vê aos passos de quem caminha

ANDRADE, Everardo Paiva de; TEIXEIRA, Rosana da Câmara; MAGALHÃES, Danielle Henriques. Do ponto que vê aos passos de quem caminha. Perspectivas teórico-práticas em uma experiência com a educação das relações étnico-raciais entre licenciandos de História. Revista da ABPN • v. 3, n. 7 • mar.–jun. 2012 • p. 53-68. http://www.abpn.org.br/Revista/index.php/edicoes/article/viewArticle/336

Andrade, E. P.; Teixeira, R. C.; Martins, M. L. L. Multiculturalismo e formação docente (Uma discussão no contexto da Lei nº 10.639/2003)

ANDRADE, Everardo Paiva de; TEIXEIRA, Rosana da Câmara; MARTINS, Mariana Lopes Loureiro. Multiculturalismo e formação docente (Uma discussão no contexto da Lei nº 10.639/2003). In: NAJJAR, Jorge (Org.). [livro parceria Brasil/ Colômbia.] 16 p. No prelo.

Paladino, Mariana; Russo, Kelly. “Reflexões sobre a Lei 11.645/2008 e a inclusão da temática indígena na escola”.

Resumo:

O artigo discute a implementação da Lei 11.645/2008, mais especificamente, analisa como a temática indígena tem sido inserida na educação básica do estado do Rio de Janeiro. A pesquisa foi realizada a partir de análises documentais, observações da rotina escolar e entrevistas à professores de escolas públicas e privadas. A partir dos dados coletados, é possível identificar um grande interesse por parte de professores e estudantes sobre a implementação da Lei, apesar das limitações das políticas públicas, vista como incapaz de dar conta da formação inicial e continuada de professores, de propiciar financiamento para a produção de livros didáticos que incluam de forma mais consistente as histórias e culturas dos povos indígenas brasileiros e da falta da institucionalização da temática dentro das escolas. A abordagem ainda depende da iniciativa pessoal de certos docentes, com escasso apoio das equipes pedagógicas ou gestoras. Palavras-chave: Lei 11.645; Culturas e histórias indígenas; Interculturalidade; Educação Básica; Diversidade étnico-racial.

Paladino, Mariana; Russo, Kelly. “Reflexões sobre a Lei 11.645/2008 e a inclusão da temática indígena na escola”. In: Revista Fórum Identidades.  ISSN: 1982-3916. ITABAIANA: GEPIADDE, Ano 08, Volume 16, jul./dez. de 2014.

Documento Completo:

http://bit.ly/2wq936y

Souza, Liz A. Crianças Mbyá-Guarani: notas sobre espaços e tempos educativos

Crianças Mbyá-Guarani:
Notas sobre espaços e tempos educativos

Este trabalho é resultado de uma pesquisa de mestrado, finalizada em janeiro de 2010. Neste recorte, O objetivo é discutir as vinculações entre a organização política e econômica dos Mbyá-Guarani e as práticas educativas, dando ênfase às concepções de tempo, às formas de situar a pessoa em determinadas idades, às noções de espaço e mobilidade e às estratégias educativas aí implicadas para constituir a pessoa Guarani. Foram considerados, para a análise, os registros de observações e conversas realizadas, além de alguns textos antropológicos clássicos – como os de Pierre Clastres, Curt Nimuendaju, Egon Schaden – e reflexões de pesquisadores contemporâneos que se debruçam sobre a cultura deste povo - em especial, os escritos de Bartomeu Melià, Marcelo Larricq, Maria Aparecida Bergamaschi, Ana Luisa T. de Menezes e Valéria Soares Assis.

Nesta direção, discute-se a forma como os Guarani tem sido constituídos a partir de um “contínuo caminhar”, ou seja, a partir de suas estratégias de mobilidade territorial, bem como algumas das práticas educativas que se relacionam ao espaço. Também se destacam, neste estudo, os modos de pensar as diferenças etárias e a forma de falar sobre os “tempos na vida” da pessoa Guarani, centralmente implicadas na composição dos lugares sociais ocupados por ela, quando criança.

Leia o artigo completo

Teixeira, R. C. A Formação inicial do professor de Sociologia para a Educação Básica: uma abordagem antropológica

TEIXEIRA, Rosana da Câmara. A Formação inicial do professor de Sociologia para a Educação Básica: uma abordagem antropológica. Painel Formação do professor de sociologia: concepções e práticas (Anita HANDFAS; Julia Polessa MAÇAIRA). ANAIS DO XV ENDIPE Encontro Nacional de Didática e Prática de Ensino. UFMG, Belo Horizonte, maio, 2010.

Teixeira, R. C. O currículo de Sociologia e a escolarização dos jovens

TEIXEIRA, Rosana da Câmara. O currículo de Sociologia e a escolarização dos jovens. In HANDFAS, A.; MAÇAIRA, J. (orgs). Dilemas e Perspectivas da Sociologia na Educação Básica. RJ, E-papers Serviços Editoriais Ltda., 2012.

O conteúdo deste site, vedado ao seu uso comercial, pode ser reproduzido desde que citada a fonte: Laboratório de Educação e Patrimônio Cultural - UFF